"Sete meio-sangues responderão ao chamado
Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado
Uma promessa a manter com um alento final
E Inimigos com armas às Portas da Morte afinal"



A saga Os heróis do Olimpo está chegando a seu momento derradeiro, o penúltimo livro A Casa de Hades já foi lançado e agora estamos à espera do quinto e ultimo, O sangue do Olimpo, que tem previsão de lançamento para outubro de 2014.
Após quatro livros, já podemos ter uma boa idéia sobre a personalidade dos sete meio-sangues que a profecia dita ao final de Percy Jackson e os Olimpianos, fala. Temos Percy, Jason, Leo, Frank, Annabeth, Piper e Hazel, e é sobre isso que irei falar neste post, darei minha opinião sobre cada um destes heróis, usarei o meu ponto de vista, por isso acharia muito legal que comentassem o que vocês pensam disso.
Então vamos lá:



Percy Jackson: O maior herói de Percy Jackson e os Olimpianos, agora pode dividir todo o peso que teve na batalha com os titãs quando acreditava ser o herói da profecia, certo? Agora ele tem mais seis meio-sangues para ajudá-lo em sua nova missão e ele não é mais “o cara”. Era assim que eu pensava antes de ler os quatro livros, outros semideuses têm grande importância também, isso eu não posso negar, mas ficou bem claro que Percy ainda é o personagem principal da trama, mostrou ser o mais forte e está em um nível totalmente diferente dos demais, nem mesmo Jason Grace o filho de Júpiter que era para dividir tal responsabilidade com Percy mostrou-se a altura. Mesmo assim o Percy que vemos é o de sempre, forte, corajoso, destemido, engraçado e todas as qualidades que vimos em sua saga, é o personagem carismático que nos conquistou. Também podemos ver como é forte o amor que Percy tem por Annabeth.




Annabeth Chase: Assim como Percy é a mesma de Percy Jackson e os Olimpianos, nos dois primeiros livros de Os heróis do Olimpo ela não se mostrou muito importante, o fato principal para isso era que Rick Riordan precisava apresentar os outros heróis da profecia dita por Rachel, mas depois que estão todos reunidos em A Marca de Atena, ela voltou a ser a velha e boa Annie que estamos acostumados e foi de grande importância na missão. Podemos ver também o quanto é forte o amor dela por Percy desde o Herói Perdido.



Leo Valdez: O brincalhão da turma, está sempre fazendo alguma piada ou brincadeira boba inclusive nos momentos mais críticos, é filho de Hefesto e acredita ser o “fogo” de que a profecia fala: “Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado” o que o deixa preocupado. Aparenta ser bastante inseguro e sente-se como se não fizesse parte do grupo, como se fosse o membro de menos importância, mas já provou várias vezes ser de estrema importância para a equipe diversas vezes, e também foi ele quem projetou o Argos II. É o filho de Hefesto capaz de produzir fogo em muitos anos. Em minha opinião Leo terá um papel muito importante no último livro da saga e para mim ele já vem tendo algum destaque maior do que os outros com exceção de Percy é claro.




Piper McLean: Mesmo sendo filha de Afrodite ela não está sempre se embelezando e preocupada como está seu cabelo, se sua maquiagem está bonita, se sua roupa combina com os cabelos, ela é diferente dos filhos de Afrodite que conhecemos; Em minha opinião ela não demonstra muito ser uma filha de Afrodite, com exceção do charme que é uma das habilidades dos filhos da deusa eu não vejo ligada a ela. Sinceramente eu não a acho grande coisa, e como disse falaria o que penso nesse post e o que penso da Piper é que ela é meio sem sal, tudo bem ela tem o charme que já usou várias vezes e ajudou a salvar seus amigos, mas eu não vejo nada de interessante nela.




Jason Grace: o filho de Júpiter e maior herói do Acampamento Júpiter, é para os romanos o que Percy é para os gregos, pelo menos é isso que se escuta falar entre s legiões romanas, o poderoso Jason Grace que pôs fim a batalha no monte Tam derrotando sozinho o titã Crios. Para mim ficou um personagem muito simples, com o decorrer da história ele não foi muito trabalhado e ficou por ser apenas algo a desejar, o acho um personagem de muito potencial, com potencial para superar o próprio Percy que muitos tem como o maior herói desta geração, mas a meu ver Rick Riordan criou Os Heróis de Olimpo de uma maneira em que Percy não pode ser superado fazendo assim com que personagens com o potencial de Jason ficassem como meros coadjuvantes e virassem até motivo de piada entre leitores, como é o caso de Jason desmaiar sempre. Vejo Jason com um personagem a altura de Percy, mas muito pouco aproveitado, deixou muito a desejar, foi muito mal trabalhado por toda a história que ele tem antes de se juntar aos sete da profecia, Minha conclusão é que Rick errou muito a mão na hora de desenvolver o personagem, talvez com medo de que Jason se sobressaísse ao Percy.




Frank Zhang: O filho de Marte e descendente de Poseidon, um semideus muito poderoso em minha opinião, não pelo fato de ter aquele super poder de se transformar em vários animais e tal, mas por ser um filho de Marte, Marte diferente de Ares era um deus mais cultuado na mitologia romana e tinha mais importância no panteão romano do que seu equivalente grego tinha no Olimpo, Frank muitas vezes parece ser meio inseguro, age de forma meio atrapalhada às vezes, mas a meu ver ele age dessa maneira pelo fato de sempre estar preocupado com seu pedaço de graveto que é o que mantém vivo, mas na Casa de Hades vemos o verdadeiro poder dele quando recebe a benção de seu pai para enfrentar aquelas criaturas na ponte, vemos o quão forte ele é, ele vem demonstrando ser meio abobalhado no decorrer da historia sempre se sentindo incapaz, mas Frank parece finalmente ter demonstrado seu verdadeiro poder.
Um dos fatos que me faz acreditar que Frank é um cara muito seguro é ele sempre estar incomodado com a relação de Leo e Hazel, ele tinha um pouco de medo do poder de manipular o fogo que Leo tem, já que é sua maior fraqueza, mas por Leo ser a “réplica” do primeiro namorado de Hazel ele se sente muito ameaçado com isso, ele é inseguro.
E acreditem eu não gosto dele, o acho chato e sem graça, mas não posso negar que é um semideus muito poderoso.




Hazel Levesque: A filha de Plutão, assim como seu irmão Nico ele está fora de seu tempo, morreu nos anos quarenta para retardar o plano de Gaia de trazer seus filhos, os gigantes de volta a vida. Ela conseguiu uma segunda chance de voltar à vida e se juntou aos sete meio-sangues da profecia, eu a vejo como alguém muito preocupado com todos, alguém que tem um pouco de medo de seus poderes e que se sente muitas vezes confusa por estar fora de seu tempo. Começou a descobrir seu verdadeiro poder recentemente neste quarto livro, Hécate a ajudou a ver do que ela é realmente capaz, pode controlar a névoa, ainda está trabalhando nisso, mas já demonstrou quanto é forte seu poder mágico ao derrotar a feiticeira Pacifae.
Eu particularmente gosto dela, a acho forte e corajosa e está sempre preocupado com os amigos, simpatizo muito com Hazel e a acho uma das mais poderosas semideusas entre os sete.


Bem é isso o que penso dos sete meio-sangues da profecia, Percy é o líder forte e destemido, Annabeth é o cérebro da equipe, quem sempre tem um plano de emergência, Leo é o alivio cômico do grupo, mas não deixa de ser forte, Piper é a Piper, não gosto muito dela, Jason era pra ser o caro que rivalizaria com Percy em poder e dividiria a liderança e tudo o mais, mas foi muito mal aproveitado, Riordan deixou a desejar na construção de um ótimo personagem, Frank é o caro extremamente poderoso, mas que também é muito inseguro de si mesmo e por fim temos a Hazel que está aproveitando ao máximo para ajudar nessa missão para retribuir a segunda chance que teve, já que morreu e voltou à vida.




Espero que tenham gostado e até a próxima. 

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.

Sejam bem vindos.

Hoje é:

Parceiros

Postagens populares

Seguidores